Podcast #41 – Como seria o filme ideal do Batman?

Boa noite, Gotham!

O Batman está entre os heróis que mais teve filmes no cinema, com os mais variados estilos e níveis de qualidade. Mesmo assim, até hoje nenhum conseguiu agradar 100% dos fãs do personagem.

No programa de hoje, Carlos Vázquez, André Pansera e Leonardo Vicente se juntam ao batmaníaco Fábio da Luz, do canal Caverna do Morcego para definir uma questão que assola a humanidade: Como seria o filme ideal do Batman?

Prepare sua pipoca, junte suas referências e dê o play!

Jabás:
Mundo Comics 
no Site, Youtube, Facebook e Instagram.
Revista Mundo dos Super-Heróis nas bancas.
Caverna do Morcego no Youtube, Facebook, Instagram e Twitter.

Acompanhe o Mansão Wayne no Facebook e no Twitter!

Edição: André Pansera e Carlos Vázquez
Vitrine: Carlos Vázquez

Carlos Vázquez

Mordomo voluntário na Mansão Wayne quando o Alfred se ausenta, faz questão que todas as pessoas que o cercam saibam o nome de pelo menos 3 Robins e decidiu criar este site para transformar todo esse conhecimento “inútil” em algo que possa compartilhar com outras pessoas que tenham interesse.

  • Matheus Gonçalves

    Nunca achei que existiriam pessoas com os mesmos planos para o Batman do que eu para o cinema. Muito feliz de descobrir que não estou sozinho kk. Sempre achei os filmes envolvendo Bruce péssimos em Hollywood e não chegam a abordar nem superficialmente quem realmente é o Batman. É triste, mas os jogos Arkham estão aí para sanar a dor.

    Sobre os filmes, eu não faria um filme inicial solo do Batman – apesar da ideia do vilão ser o Hugo e o enredo desenvolvido por vocês ser ótimo – pelo contrário, faria o primeiro filme direto sobre o Dick. Dessa foram o primeiro ato seria a morte dos Grayson e ele se tornando Robin, o início do relacionamento paternal dele com Bruce. Dessa forma, poderia traçar paralelos com a infância do batman, e contaria sua origem por flashbacks (fazer como vitória sombria, com cenas do Dick na mansão lembrando o Alfred do Bruce, seria lindo e comovente). Com a origem de Batman e Robin fora do caminho no primeiro ato deixaria o resto do filme como vocês montaram: Cara de Barro, Narcosis e Doutor Morte – admito que em 3 anos lendo Batman nunca ouvi falar deles, atestado de incompetência garantido kkk – além do rapto do Dick causar uma desconfiança no Batman. Aí no final o arco se fecharia com ele entendendo que sim ele trouxe luz a vida dele através do Robin, que ele o completou.

    No segundo já seria Morte em Família. A ideia de vocês sobre o filme eu concordo 100%, diminuir o escopo, colocar só o Coringa e encerrar o filme na morte. Só discordo em fazer o Batman se aposentar, acho que essa ação é o que mata muito de seus filmes. O que torna Bruce alguém único é que a guerra sempre continua para ele, ele nunca desistiu. Batman luta uma guerra impossível mas ele ainda sim acredita que ele pode vencer. No final, como já dizia Frank Miller herói perseveram, e o Batman não deveria ser diferente. Mas claro a última cena ser o enterro e ele montando o memorial seria excelente, até para mostrar que depois daquilo o personagem não será mais o mesmo. A cena da traição e morte de Jason foi uma ideia excepcional de vocês. Mas eu tinha outro filme em mente, então vou ser sucinto sobre.

    Como o meu primeiro filme seria logo de cara do Dick, nesse ele já seria Asa Noturna e eu queria que já tivéssemos a Batgirl. Eu pensei que como o primeiro filme seria o começo do Batman estabelecendo seu legado para o mundo com o Dick, esse seria o momento de maior crise desse legado. Minha ideia seria mesclar Piada Mortal com Morte em Família. Ou seja, Coringa não só aleijaria Barbara, mas mataria Jason ao final do filme. A diferença é que no final teria uma luta entre Batman e Coringa, onde o último acabaria escapando – talvez contando a piada que eternizou o final da novel escrita por Moore – e com essa piada deixaria a entender que a luta entre eles será um impasse eterno. Enfim, não acho tão boa quanto a ideia de vocês – a ideia de esconder o coringa até o final é genial, diga-se de passagem – mas queria compartilhar. Me fizeram mudar de ideia sobre um filme morte em família.

    O terceiro filme seria Um Lugar Solitário para Morrer. Este seria idêntico ao material base. Não tenho nem que me alongar agora, mudanças seriam insignificantes senão nulas no roteiro. Seria um filme de reafirmação mito de Batman&Robin onde Bruce percebe que o legado dele realmente vale alguma coisa, que não deveria morrer com ele.

    E o quarto já seria de muito tempo depois dos eventos dos outros 3 filmes. Seria Sob o Capuz, também não haveriam muitas mudanças. Talvez eu introduziria Rã’s Al Ghul num dos filmes da trilogia para que seu aparecimento não fosse repentino. O enredo iria se assemelhar mais à animação – Máscara Negra é o chefão do submundo, mas sem muitos antecedentes não precisa entrar em detalhes com Jogos de Guerra – teria uma luta com Batman, Tim e Asa Noturna contra Jason, onde Capuz Vermelho levaria a melhor e inviabilizaria a continuação dos parceiros do Batman no filme. Dessa forma o último ato seria Bruce e Jason sozinhos um contra o outro com o Coringa de refém. E o final poderia ser a explosão, Coringa e Batman vivos e Jason desaparecido. Daí, a carreira de Batman continuaria, mas teria ainda muito pano para a manga: Azrael, Corte das Corujas, Fase Morrison (introduzir os Batmen de todas as nações?), Bane e depois um Filho Pródigo (Dick e Tim como batman e robin?).

    Enfim, perdão pelo textão, fiquei entusiasmado com poder discutir o assunto. Podcast maravilhoso, gostei que você trataram o tema com seriedade, não tiraram sarro das HQs – acredito que elas tem muito a ensinar sobre virtudes humanas e temas relevantes – e deram ótimas ideias. É isso kkk.

    Errata: A partir do terceiro filme já podeira ter Barbara como Oráculo talvez? Ou no quarto seria mais certo. Só não queria deixar a oportunidade de lado, ela é uma das minhas favoritas.

    Errata 2: E agradeço por desenvolverem filmes sem romance para o Batman. Sempre achei que tramas assim tornam o personagem genérico demais. Uma franquia de filmes sobre seu legado é algo muito mais a cara do Cavaleiro das Trevas.

    • Sensacional seu comentário. É só os caras pararem de ter medo de inserir a batfamília que o leque de possibilidades abre de uma forma incrível!

  • Show o Programa Queridões!!
    Eu não colocaria nada inspirado em nenhuma HQ e com nenhum vilão conhecido.
    Faria um filme fechado, com uma historia com começo, meio e fim…só que em tempo real, um filme de 2 horas e meia que se passa duas horas e meia na história.
    No começo vemos Batman na caverna juntando as peças de um caso que parece ter tomando dias ou semanas (um caso pesado…algo meio 8mm) somos apresentados a todo o quebra cabeça que envolve o caso, mostrando o porque o Batman é o maior detetive do mundo, tudo com a presença do Alfred.
    O tempo esta correndo e ele precisa chegar onde seu alvo vai deixar a cidade.
    Nesse filme …só Batmovel.
    Nisso o Vilão que na verdade é um qualquer, mas como descoberto cometeu crimes horríveis e esta perto de deixar a cidade.
    No caminho Vemos Batman resolver alguns crimes que só fazem seu tempo ficar mais escasso…isso vai servir para mostrar suas habilidades tanto físicas como intelectuais e seríamos apresentados a vários personagens da galeria da Policia de Gotham.
    No final ele consegue capturar o cara e fica tentado a matar pela seriedade de seus crimes…mas não o faz.
    Um filme perfeito do Batman é mostrar o que é o Batman e o que o motiva…me fazer sentir como é uma de suas noites e o porque ele continua a ser o Batman
    As HQs eu já li..não quero ver no cinema.
    Não quero pensar em uma sequencia de filmes, mas em filmes separados com histórias fechadas (como as boas HQs)..acho continuações maçantes…é colocar muita informação para ligar um filme no outro que esquece de contar a história.
    E Acharia foda as pessoas falarem sobro os filmes do Batman os chamando pelo nome, assim como nas HQs.
    Nada de Bat família …o filme é do Batman.
    Batman Animated era foda pois era assim…simples..como suas melhores HQs.
    Abração Queridões.

    • Legal, vou foi por outro caminho que também acho muito interessante!
      100% focado na tensão da trama!
      Abração!

  • Gee Arruda

    Curto demais quando vcs fazem programas desse tipo!!! Ficou demais, parabens pelo trampo!

    Façam com outros filmes da DC que estao por vir tbm, e com a serie que vem por ai dos Titãs!

    Grande abraço!

    • Obrigado, Gee! Já ouviu o do filme do Asa e o da Batgirl?

    • Opa, acabo de ver que não só ouviu, como foi você que sugeriu que fizessemos o da Batgirl! Valeu! 😀